GedaCure® da GNT Pharma aprovado para o tratamento de cães com síndrome de disfunção cognitiva

YONGIN, Coreia do Sul 10/2/2021 –

Novo medicamento mostrando alívio sintomático e potencial de modificação da doença na síndrome de disfunção cognitiva canina
 

A GNT Pharma anunciou hoje que a Agência de Quarentena de Animais e Plantas da Coreia (Animal and Plant Quarantine Agency, APQA) aprovou o novo pedido de medicamento para o GedaCure®, um comprimido mastigável de crisdesalazina, para o tratamento de cães com síndrome de disfunção cognitiva (Cognitive Dysfunction Syndrome, CDS) que sofrem de desorientação, interações alteradas com família, distúrbios do ciclo vigília-sono, sujeira na casa e mudanças na atividade com o envelhecimento.

O GedaCure® é a primeira droga de neuroproteção multi-alvo do mundo para a síndrome de disfunção cognitiva canina. Espera-se melhorar a qualidade de vida de cães idosos com CDS e de seus proprietários. A GNT Pharma planeja lançar o GedaCure® na Coreia do Sul e se empenhará seriamente em avançar globalmente para cães e suas famílias que sofrem de CDS.

Como a doença de Alzheimer (DA), a CDS canina é uma doença neurodegenerativa progressiva relacionadaàidade, com um déficit cognitivo e comportamental que é acompanhado por precipitação de beta amiloide, tau patológica e morte neuronal. A prevalência de cães idosos com CDS tem aumentado rapidamente com o tempo de vida prolongado, no entanto, não há cura para a doença.

A crisdesalazina previne o estresse oxidativo como agente de captura de spin e a inflamação como inibidor da prostaglandina E sintase-1 microssomal (mPGES-1), enzimas induzíveis essenciais para a produção inflamatória de PGE2. A crisdesalazina mostrou efeitos consideráveis ​​em cultura 3-D e modelos animais da doença de Alzheimer na redução da morte neuronal, tauopatia e placas amilóides até certo ponto, que são marcas patológicas da doença de Alzheimer.

Em um ensaio clínico piloto para CDS canino, todos os seis cães de companhia com CDS que receberam administração oral diária de 10 mg/kg de crisdesalazina por oito semanas mostraram notável alívio sintomático. Mesmo quatro semanas após a administração de crisdesalazina, os cães reconheceram novamente e abanaram o rabo para os donos, dormiram bemànoite e revelaram atividade melhorada.

A GNT Pharma conduziu um ensaio clínico duplo-cego, randomizado, controlado por placebo, fase III SMART de crisdesalazina para 48 cães de companhia com CDS em seis hospitais veterinários, incluindo o Seoul National University Animal Hospital. Todos os cães foram diagnosticados com CDS de acordo com a escala de classificação de disfunção cognitiva canina (pontuação CCDR: 0-39 = normal, 40-49 = em risco, 50-80 = CDS). As pontuações basais de CCDR antes do tratamento com drogas foram 61,7 ± 2,8 para o grupo placebo e 62,2 ± 2,3 para o grupo crisdesalazina. As pontuações CCDR foram 60,7 ± 2,7 e 65,0 ± 3,9 após o tratamento de quatro e oito semanas com placebo. As pontuações CCDR foram reduzidas para 43,0 ± 2,9 e 42,1 ± 4,0 após o tratamento de quatro e oito semanas com 5 mg/kg de crisdesalazina, demonstrando efeitos benéficos significativos da crisdesalazina vs placebo (p <0,0001). Efeitos benéficos semelhantes foram observados em cães de companhia com CDS tratados com 10 mg/kg de crisdesalazina. Esses efeitos benéficos duraram pelo menos quatro semanas após a interrupção do tratamento de oito semanas com crisdesalazina. Não foram observados eventos adversos relacionados ao medicamento.

“A administração de crisdesalazina melhorou de forma significativa e perceptível a função cognitiva e a atividade comportamental sem causar efeitos adversos em cães com CDS que participaram do estudo SMART. Com o rápido aumento da população de cães idosos, a CCDS tem sido uma das áreas terapêuticas com a maior necessidade médica não atendida. À luz da eficácia e segurança comprovadas, espera-se que a crisdesalazina melhore a qualidade de vida de cães idosos com CDS e de seus proprietários”, disse Hwa-Young Youn, D.V.M. e Ph.D., Professor de medicina veterinária na Universidade Nacional de Seul, investigador principal do estudo SMART.

“Estamos entusiasmados em receber a aprovação de um novo medicamento para o tratamento de cães idosos com CDS. A nova ação antioxidante e antiinflamatória dupla da crisdesalazina, que demonstrou reduzir a placa amilóide, tauopatia e neurodegeneração em várias culturas de células e modelos animais, tem o potencial de revolucionar a forma como cuidamos da CDS”, disse Byoung Joo Gwag, Ph.D., presidente e diretor executivo da GNT Pharma, professor adjunto de ciências biológicas na Universidade Yonsei. “A crisdesalazina, a primeira droga multi-alvo comprovada e aprovada para CDS apresentando patologia cerebral semelhanteàDA, dá esperança para um melhor tratamento de pacientes com DA. Planejamos iniciar um ensaio clínico fundamental de crisdesalazina para pacientes com DA leve a moderada este ano”.

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.

Contato:

GNT Pharma

Diretor de operações, GNT Animal Health Care

Dr. Jinhwan Lee, +82-31-8005-9910 (EXT.217)

jhlee@gntpharma.com

Fax. +82-31-8005-9916

Fonte: BUSINESS WIRE

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *