Hepatites B e C e a H. pylori podem ter relação com câncer de fígado

São Paulo 1/12/2020 –

É estimado que até 70% de um dos mais comuns cânceres no fígado (tumores de tipo hepatocarcinoma) pode ter relação com o diagnóstico de hepatites B e C em indivíduos

Dados coletados pelo A.C.Camargo Cancer Center estimam que até 70% dos tumores de tipo hepatocarcinoma, o mais comum câncer no fígado, possui relação com o diagnóstico de hepatites B e C em pacientes. O mesmo percentual se aplica aos tumores de estômago, os quais estão associados à presença da bactéria H. pylori.

Além disso, há outros fatores determinantes para o desenvolvimento de tumores no fígado e no estômago, assim como no esôfago e no pâncreas, como tabagismo, obesidade, doença do refluxo, diabetes, consumo excessivo de sal e de álcool, pancreatite crônica e etilismo.

Câncer de fígado e seu diagnóstico

O diagnóstico de câncer de fígado é feito avaliando um conjunto de imagens – feitas por ressonância nuclear magnética, ultrassonografia ou tomografia computadorizada – e de exames laboratoriais – dosagem de alfafetoproteína. No caso de lesões suspeitas, uma biópsia também é necessária.

Geralmente, essa patologia não apresenta tantos sintomas, principalmente em fases iniciais. Isso significa que, ao sentir que algo está errado, o indivíduo já se encontra em uma fase mais avançada da doença, quando ocorre perda de peso injustificada, acúmulo de líquido abdominal (ascite) e a icterícia (coloração amarelada da pele e dos olhos, além de acúmulo de bilirrubina no organismo).

Hepatites B e C também podem causar cirrose

As Hepatites B ou C precisam ser continuamente acompanhadas por um especialista, já que podem levar ao desenvolvimento de câncer de fígado e, também, da cirrose, condição grave que tende a acometer mais homens de meia idade.

Por ser uma doença crônica, a cirrose não tem cura e acaba atingindo o fígado, formando nódulos e fibroses que impedem a boa circulação sanguínea – tal condição pode ser advinda de inflamações ou infecções crônicas. Dessa forma, a doença faz com que o órgão produza cicatrizes no lugar de células saudáveis (que morreram).

Por esses motivos, o fígado deixa de desempenhar suas funções, como o auxílio na manutenção dos níveis de açúcar no sangue, produção de bile (agente emulsificador de gordura), produção de proteínas, metabolização de álcool, colesterol e medicamentos, por exemplo.

O Portal Endoscopia Terapêutica auxilia profissionais de saúde no diagnóstico da cirrose

A endoscopia é um exame fundamental para a detecção de condições gerais e doenças, como é o caso da cirrose, que pode ser causada pelas hepatites B e C . Nesse sentido, é fundamental ter o máximo de informações possível sobre o exame e, pelo portal Endoscopia Terapêutica, pode-se acessar diversos conteúdos comentados sobre o assunto.

O portal possui como principal objetivo prover um canal de informações e comunicação sobre a prática de endoscopia, provendo artigos atualizados, comentários, diretrizes, casos clínicos e discussões diversas sobre o sistema digestivo.

Pelo Portal Endoscopia Terapêutica, é possível consultar diversos conteúdos, além de ter acesso às mais diversas dicas e procedimentos terapêuticos para aperfeiçoar, ainda mais, a prática clínica.

Website: https://endoscopiaterapeutica.com.br/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *