Magnésio dimalato: para que serve, efeitos colaterais?

O magnésio dimalato é um suplemento alimentar bastante poderoso para assegurar nossa saúde.

Um dos seus principais benefícios é o combate à fadiga, assim como proteção do sistema nervoso central e absorção de cálcio pelo organismo.

 O ideal é fazer uso desse suplemento junto com o magnésio, fitoterápicos e vitaminas, sendo um combo excelente de benefícios.

O magnésio, por si só, é benéfico para nosso corpo. Porém, ele sozinho pode causar problemas gastrointestinais — por isso é combinado com ácido málico.

Quer aprender um pouco mais sobre esse suplemento? Veja mais detalhes!

O que é magnésio dimalato?

O magnésio dimalato consiste em um composto de magnésio e ácido málico. Dessa forma, o resultado final é menos agressivo ao corpo, permitindo apenas as benesses desses elementos.

Em resumo, é uma molécula composta por uma parte de magnésio e duas de ácido málico.

Quando entra em nosso organismo, ambos os elementos são absorvidos, acarretando benefícios em dobro para quem o consome.

Vale lembrar que o magnésio só é obtido através de fontes fora de nosso corpo, pois nenhum processo interno consegue produzi-lo. Portanto, se a dose desse elemento não estiver adequada, alguns problemas de saúde podem surgir.

Veja alguns deles:

  • Tremores eventuais nos membros;
  • Formigamentos e cãibras musculares;
  • Problemas de saúde mental, como depressão e nervosismo;
  • Insônia e convulsões;
  • Batimentos cardíacos acelerados;
  • e pode fomentar a pressão alta.

Alguns medicamentos podem afetar a absorção do magnésio pelo organismo. Da mesma forma, o alcoolismo também diminui a quantidade desse elemento em nosso corpo.

Vamos aos benefícios desse suplemento!

Quais seus benefícios para o organismo?

Todos os benefícios causados pelo magnésio dimalato surgem em decorrência do suprimento desse elemento no organismo.

Portanto, todos os sintomas descritos na seção anterior não vão ocorrer — pelo menos não pela falta de magnésio.

Fora esse efeito de prevenção, tanto o magnésio quanto o ácido málico auxiliam em alguns processos de nosso organismo.

Aliás, o suplemento de magnésio dimalato traz a soma desses benefícios. Então, vamos apresentar cada um deles separados pelos componentes do suplemento.

Efeitos do magnésio

O magnésio é um elemento importantíssimo para a vida, o qual participa de 350 reações dentro de nosso organismo. Ou seja, quantidades inadequadas desse elemento são bastante prejudiciais à saúde.

Em resumo, ele é vital nas reações anabólicas e catabólicas, as quais constroem e quebram moléculas complexas.

No que tange aos músculos, o magnésio ajuda a prevenir cãibras, fadiga muscular e até fraquezas. Por causa disso, ele ajuda no combate às fibromialgias.

Como o coração é um músculo, ele também é beneficiado por esse elemento. Um dos efeitos é a diminuição da pressão arterial.

Além disso, o magnésio é importantíssimo para a saúde dos ossos, pois atua diretamente na absorção do cálcio pelo organismo. Ele também ajuda na metabolização e estocagem do cálcio no tecido ósseo.

Da mesma forma, o magnésio suprime o hormônio paratormônio, o qual é conhecido por remover o cálcio dos ossos.

Por fim, vale destacar que o magnésio também atua no sistema nervoso central, intestinal e imunológico. Também diminui o efeito da idade, melhora o sono e combate a depressão.

Efeitos do ácido málico

O ácido málico possui muitas características parecidas com o magnésio: atua nos músculos, impedindo cãibras e fadiga, estimula o metabolismo e aumenta a imunidade.

No entanto, ele possui seus próprios benefícios, como melhora na saúde oral, diminuição na quantidade de metais tóxicos no organismo e promove uma pele lisa e jovial.

Além disso, o que mais chama a atenção desse elemento é sua atuação no Ciclo de Krebs. Isso aumenta a produção de energia no corpo, assim como promove efeitos poderosos no metabolismo.

O magnésio dimalato possui efeitos colaterais?

Se o uso for feito com o acompanhamento médico, o magnésio dimalato não possui efeitos colaterais. No entanto, assim como qualquer outro elemento, altas doses de magnésio causam diversos distúrbios — condição chamada de hipermagnesemia.

Quando esse elemento está em excesso, pode ocorrer os seguintes sintomas:

  • Fraqueza muscular;
  • Pressão arterial muito baixa;
  • Problemas de respiração;
  • Pode ocasionar parada cardíaca.

A hipermagnesemia é bastante rara, e costuma acontecer em pacientes com insuficiência renal. Por causa dessa condição, o organismo não consegue excretar o magnésio, o qual, em excesso, causa vários males.

Existem dois tratamentos para a hipermagnesemia:

  • Diuréticos, fazendo com que o excesso de magnésio seja excretado na urina;
  • Gluconato de cálcio injetado direto na veia.

Quanto deve ser tomado por dia?

A quantidade de magnésio dimalato varia de acordo com a necessidade de cada paciente. Vale lembrar que a dieta é fundamental nessa medida, pois, se a dose não for suprida pela alimentação, é necessário o uso de suplementos.

É importante consultar um profissional da saúde para avaliar a quantidade diária desse suplemento. Um nutrólogo pode avaliar sua condição e prescrever a dose exata para seu caso.

Você conhecia essas informações sobre o magnésio dimalato? Compartilhe para que seus amigos fiquem por dentro também!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *