Medicina de Emergência chega à 15ª edição com orientações práticas para o atendimento de pacientes na pandemia

São Paulo, SP 22/3/2021 – A nova edição chega com 200 páginas a mais. A expansão foi necessária devido à ampliação de temas e à extensão de tópicos, como a COVID-19.

A COVID-19 foi a doença mais tratada pelas unidades de emergência no último ano e publicação é de autoria de professores e médicos do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP

A editora Manole acaba de lançar a 15ª edição de Medicina de Emergência, um verdadeiro manual para médicos que atuam na linha de frente dos prontos-socorros e base de estudo para qualquer exame na área de emergências.

O livro traz a descrição pormenorizada de condutas realizadas em pronto atendimentos, algoritmos de diagnóstico, decisão clínica e manejo do paciente, além de fluxogramas didáticos em, praticamente, todos os capítulos.

“Acredito que a versão atual é nosso melhor trabalho”, afirma um dos editores, o médico supervisor do pronto-socorro do HCFMUSP, Rodrigo Antonio Brandão Neto. “Está abrangente, pragmático, atualizado e reflete uma vivência de maior maturidade dos editores e autores.” A nova edição chega com 200 páginas a mais que a anterior, contemplando sete novos capítulos. “A expansão foi necessária devido à ampliação de temas e à extensão de tópicos, como a COVID-19”, lembra o editor.

A COVID-19 é a protagonista de grande parte dos atendimentos de emergência desde 2020. “Nossa equipe teve a oportunidade de atender muitos casos complexos, participar de protocolos de atendimento e realizar pesquisas científicas. Fomos aprendendo com a doença e modificando esses protocolos, conforme nosso aprendizado e achados de estudos”, ressalta o especialista. “Agora vamos compartilhar este conhecimento com nossos leitores.”

Plantão
O livro se diferencia por ser prático, discutindo indicações de internação e terapia intensiva, entre outros procedimentos. “Discutimos as diferentes possibilidades em cada atendimento. Queremos que este trabalho resolva o problema de quem está no plantão e que tenha o alcance didático das obras de referência da área”, afirma Rodrigo Antonio Brandão Neto.

O resultado de Medicina de Emergência também pode ser atribuído ao fato de todos os editores trabalharem no Departamento de Emergência do HCFMUSP. “O livro reúne experiências reais em plantões, o que dá veracidade ao conteúdo. Temos confiança que nossos leitores irão gostar”, afirma o editor.

Website: https://www.manole.com.br/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *