Opções para sair do vermelho e manter a saúde financeira

São Paulo,SP 14/12/2020 –

Livrar-se das dívidas é uma das prioridades a serem resolvidas.

Ter as contas no vermelho é uma experiência desagradável que deve ser evitada ao máximo. Porém, uma vez que o orçamento financeiro não esteja em dia, o melhor é não entrar em desespero e começar a traçar o planejamento para livrar-se das dívidas e demais débitos que estão comprometendo as finanças.

Apesar de esse ser um cenário indesejável, é importante destacar que sair do vermelho e manter a saúde financeira é algo que só depende da própria pessoa. Com mudanças de hábitos financeiros, muito planejamento e determinação é possível voltar a ter saldo positivo. Abaixo, seguem algumas dicas:

Mapear as finanças

O primeiro passo para livrar-se do saldo negativo é fazer um mapeamento, ou seja, organizar todas as finanças. Organizando tudo aquilo que deve ser pago ou recebido, quais despesas podem ser cortadas e quais são essenciais, descobrir o padrão de consumo dos últimos meses e encontrar as causas que levaram as contas a ficarem no vermelho ajuda a encontrar as medidas que deverão ser adotadas. Quanto melhor for essa análise, mais preciso e realista será o diagnóstico, algo fundamental na busca por soluções para recuperar as finanças.

Planejamento financeiro

Uma vez que todo o orçamento esteja mapeado, está na hora de traçar os passos dos meses seguintes, de maneira que a recuperação financeira tenha sucesso. Dessa forma, será preciso muito planejamento financeiro, ou seja, definir tudo que poderá ser gasto, qual a fatia do orçamento estará comprometida com as despesas fixas e quanto restante será utilizado, além de definir as estratégias para amortização das dívidas.

Pesquisar antes de comprar

O planejamento financeiro exige mudanças no hábito de consumo, bem como austeridade financeira, para que seja possível sair do vermelho. Portanto, o costume de comprar um determinado item na primeira loja que ele foi encontrado deverá ser coisa do passado. É preciso pesquisar em, pelo menos, três opções diferentes e escolher aquela com o melhor custo-benefício. O controle dos gastos, principalmente com as despesas não essenciais, é fundamental para recuperar a boa saúde financeira.

Renegociando dívidas

Com o orçamento mensal redefinido e as mudanças no hábito de consumo também, será muito importante entrar em contato com credores para tentar barganhar com eles. O objetivo será conseguir melhores condições de pagamento para as atuais dívidas, de forma que elas entrem no orçamento sem prejudicar todo o planejamento.

Priorizar as dívidas mais altas

Para evitar o chamado efeito bola de neve, é preciso renegociar com urgência as maiores dívidas. Débitos no rotativo do cartão de crédito ou cheque especial, por exemplo, devem ser priorizados, pois há altas taxas de juros envolvidas nessas operações.

Comprar à vista

No período de recuperação e austeridade do orçamento é importante, sempre que possível, fugir das compras parceladas. Os pagamentos à vista serão preferíveis, pois essa prática não deixará a pessoa atrelada a uma dívida futura.

Emergências financeiras

Muitas vezes, as pessoas estão organizadas financeiramente, no entanto, não contam com alguma necessidade médica ou determinado conserto do carro ou em casa e isso pode bagunçar toda a organização. Por isso, ter uma reserva ou um empréstimo planejado pode ajudar – ao invés de entrar no cheque especial, por exemplo, que é muito mais caro.

Empréstimo entre pessoas físicas

Durante o período de recuperação financeira para sair do vermelho pode ser que seja necessário solicitar um crédito extra para conseguir cobrir algum imprevisto ou até mesmo para quitar uma dívida com taxas mais altas. Pedir dinheiro emprestado a um parente ou amigo é uma opção, entretanto, nem sempre é possível ter uma resposta positiva. A SEP (Sociedade de Empréstimos entre Pessoas) dispõe de crédito para este fim. Por meio do empréstimo online entre pessoas físicas é possível encontrar as melhores opções de crédito do mercado.

Vantagens em ser bom pagador

Além de muitos benefícios em manter as contas em dia, no período de 20/11/2020 a 20/02/2021, pode-se aproveitar uma promoção do Bullla, na modalidade indicou-ganhou. Não se trata de pirâmide financeira, possui regulamento sério, e funciona como um processo de indicação tradicional, como aqueles usados por aplicativos de mobilidade urbana ou de entregas. Além disso, todos os usuários que venham a participar deste programa devem ser pessoas reais, maiores de idade, com nome, CPF e dados bancários próprios.

O regulamento completo pode ser acessado pelo link: https://conteudo.bullla.com.br/regulamento-promocao-indicacao-bullla

Mais informações em https://www.bullla.com.br/

Website: https://www.bullla.com.br/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *