Segundo pesquisas, estampas personalizadas pelo consumidor são uma tendência que une moda e identidade

Rio de Janeiro, RJ 10/5/2021 – Tecnologia de impressão digital, o Studio 3D permite criar estampas do zero, aplicá-las em roupas e acessórios e mandar confeccionar na hora, tudo on-line.

Vestir-se sempre foi uma forma de expressão. Para além do gosto ou estilo, mulheres e homens têm apostado em roupas e acessórios que, mais que cobrir o corpo, expressam uma ideia.

Vestir-se sempre foi uma forma de expressão. Roupas trazem, junto com a modelagem, o tecido e a estampa, uma série de códigos que compõem um estilo de vida, uma identidade. Para além do gosto, mulheres e homens têm apostado em roupas e acessórios que, mais do que cobrir o corpo, expressam uma ideia. “A moda é parte da construção da identidade dos indivíduos. Mesmo aqueles que não se interessam muito pelo assunto, usam suas roupas para passar mensagens e mostrar quem são. Nos últimos dez anos, essa construção de identidade passou a ser mais individual e menos coletiva. Antigamente, a moda era vista como um padrão a ser seguido, cheio de regras. Com o passar do tempo, os consumidores buscam mais autenticidade”, apontou um estudo da WGSN, empresa global de previsão de tendências, em parceria com a Google Trends.

Uma das tendências que têm conquistado o público por aliar moda, identidade e atitude é a estampa lettering, técnica que consiste em criar obras de arte a partir da escrita, com uso de letras, palavras ou frases. “A escrita tomou proporções artísticas hoje em dia e revela mais do que você pensa, pois ela agora também fala sobre identidade e estilo”, afirma Denise Tavares, designer de moda e instrutora do Senac. O conceito, já bastante difundido no design e nas artes gráficas, foi parar até em coleções de grifes como Dolce & Gabbana, Dior e Gucci.

Nova tecnologia na área de impressão digital, o Studio 3D permite ao usuário criar estampas do zero, aplicá-las em roupas e acessórios e mandar confeccionar na hora, tudo on-line. São ações simples como escrever textos, escolhendo modelo, tamanho e cor da fonte, e fazer upload de imagens para aplicar na peça. E não só em roupas, mas acessórios como canecas, ecobags, aventais e bonés. “A tecnologia é capaz de produzir estampas utilizando até 64 milhões de variações de cores, alcançando resultados incríveis. E estamos falando de uma modelo mais sustentável. Além da impressão sob demanda permitir uma produção direcionada, sem estoques, esta nova geração da estamparia digital oferece tintas biodegradáveis sem emissão de carbono”, completa Leonardo Zonenschein, diretor de comercial e de marketing da Diomona, empresa que oferece o serviço.  

Website: https://www.camisadimona.com.br/personalizar-camisetas/escolha-produto

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *