A competente gestão de um negócio é um dos pontos mais atraem os investidores no pós-pandemia

1/12/2020 –

A atividade empresarial enfrenta com dificuldade a pandemia de Covid-19, que impôs aos empreendedores um cenário incerto quanto ao futuro

Momentos críticos também podem se tornar oportunidades para o incremento de um negócio. Para o advogado Rodrigo Sejanoski, atrair investimentos e clientes não é tarefa fácil para o empresário. “Mas, apostar na competência de sua gestão já um diferencial muito apreciado pelos investidores”, observa o sócio da Matos e Sejanoski Advogados Associados.

Para auxiliar na organização de um negócio com foco na atração de clientes e investidores, Sejanoski lembra que a situação financeira da empresa é um item essencial. “Tudo deve estar organizado e em dia: contabilidade, orçamento e fluxo de caixa”, pontua. Outras questões que ajudam a convencer o investidor são os sócios alinhados e o plano de negócio atualizado. “O planejamento é essencial para qualquer empresa”, frisa Sejanoski. “Mas não basta apenas planejar, é preciso acompanhar e alterar as decisões conforme o movimento do mercado”, salienta.

O advogado comenta que a crise econômica provocou a extinção de muitas empresas, mas, também, a criação de muitas outras, que nasceram até mesmo pela necessidade de novos serviços e produtos que surgiram por causa de um cenário tão inesperado. Por isso, a questão financeira é um dos principais fatores que atraem investimentos. Os empresários têm a seu dispor várias linhas de crédito facilitadas para fazer frente à pandemia e outros instrumentos instituídos para a preservação de empresas e empregados.

Sejanoski cita que a verificação rigorosa da parte financeira do negócio também é uma recomendação importante para a empresa que pretende um aporte de recursos para crescer ou se manter no mercado. “O empresário deve ter bem alinhado esse lado do negócio com tudo em dia: entradas, despesas, pagamentos, recolhimento de tributos, folha de salários etc.”, sublinha. Também deve organizar os pagamentos a credores para evitar problemas mais graves.

Caso a empresa opte por buscar investimentos existem várias oportunidades, explica o advogado, como, por exemplo, linhas de crédito em bancos, a troca de títulos e os fundos de investimentos. Se o empresário precisa primeiramente se recuperar financeiramente, Sejanoski sugere a negociação preventiva e em último caso a recuperação judicial, previstas em lei. “Com a pandemia muitas empresas utilizaram desse instituto para evitar a falência e extinção”, ressalta.

Sobre o escritório Matos e Sejanoski Advogados Associados – Localizado em Curitiba (PR), o escritório Matos e Sejanoski Advogados Associados oferece serviços jurídicos a partir de soluções inteligentes para o exercício da advocacia com qualidade e excelência. Conta com especialistas nas seguintes áreas de atuação: Direito Empresarial; Direito Eletrônico; Direito Imobiliário; Direito Tributário; Logística Jurídica; Recuperação de Crédito; entre outros.

Informações para a imprensa:
Básica Comunicações – daniela@basicacomunicacoes.com.br

Website: http://www.matosesejanoski.adv.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *