MBAs em TI possibilitam diferentes progressões de carreira

São Paulo, SP 10/5/2021 – É fundamental examinar o mercado para escolher o melhor curso de especialização.

Engenharia de Software, Business Process e DevOps são exemplos de cursos que representam distintas oportunidades para progressão de carreira

O mercado de trabalho está se tornando cada vez mais competitivo, o que força muitos profissionais a manterem-se atualizados e procurarem agregar conhecimentos através de muita disposição para manter sua empregabilidade ou desenvolver o viés empreendedor. Por muitos anos, o plano de carreira de sucesso era chegar a um cargo gerencial. Porém, não são todos profissionais que querem exercer tal função. Muitos preferem especializar-se e continuar na área técnica. Para isto, a área de TI encontrou a solução na chamada Carreira em Y. 

Nesse tipo de progressão, o profissional que chega em um nível mais avançado de sua trajetória pode optar entre ser um especialista na área técnica de um determinado setor, sem que isso signifique uma paralisação na carreira, ou seguir o plano de assumir um cargo de gerência. Ambas as decisões representam uma ascensão de cargo e salário. A principal forma de alcançar este estágio é especializando-se. 

Para aqueles que pretendem liderar equipes e tomar decisões, existem os MBAs tradicionais, que mergulham em técnicas de gestão de negócios e pessoas. Há outros que, além disso, também abrem caminho para gerenciar a tecnologia dentro das empresas. Os profissionais que não são da área de TI, que querem entender os principais componentes da disrupção tecnológica voltada para a área de negócios, podem conseguir isto com o MBA em  Business Process Digital Automation & Emerging Technologies.

 ”O curso vai até o limite onde o profissional que não é de tecnologia ou que trabalha em tecnologia, mas longe do código consegue ir sem precisar de um programador, usando ferramentas voltadas para a indústria 4.0 como IoT, blockchain, RPA  e impressão 3D. E melhor: ele sai do MBA sabendo programar”, afirma o coordenador Cristiano Uniga, da FIAP. O cenário atual exige que os profissionais de processos se tornem figuras centrais na estratégia e na criação de novos negócios para as empresas e na habilitação de business agility. 

É fundamental examinar o mercado para escolher o melhor curso de especialização. O profissional precisa ter claros seus objetivos e o que almeja em sua carreira.  Um programador que quer se aprofundar ainda mais pode considerar o MBA em Engenharia de Software. Este curso abrange todo o mercado de software, com um aprofundamento nas tecnologias do momento, orientado para arquitetos, programadores e desenvolvedores. 

Existem ainda, cursos que juntam um pouco dos dois segmentos. O MBA em DevOps Engineering contempla programação com um pouco mais de gestão. “O Devops é uma mudança cultural, uma nova forma de gestão da tecnologia, porque acelera a entrega do software de maneira diferente”, afirma o coordenador Uniga. 

Os três MBAs têm em comum o entendimento de como a empresa usa a tecnologia e contemplam as fases do ciclo de vida do software. Para se decidir, é importante que o profissional verifique os conhecimentos que possui e, principalmente, quais oportunidades existem para ele dentro da empresa em que trabalha. Uma vez analisados todos estes fatores, ele deve pesquisar suas reais oportunidades de aplicar o aprendizado em seu emprego atual ou em um novo.

Website: https://www.fiap.com.br/mba/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *