Operadora logística lança solução integrada de destinação ambiental para a indústria farmacêutica

3/5/2021 – “Somos a primeira operadora logística a oferecer esta solução de gestão integral”, afirma José Roberto Corrales, CEO da Luft Healthcare.

Em parceria com a First Ambiental, Luft Healthcare assume processos de logística reversa de medicamentos e outros produtos da área da saúde

A Luft Healthcare, operadora logística do Grupo Luft voltada à área da Saúde, acaba de dar um importante passo dentro do seu programa de inovação. Em parceria com a First Ambiental, a empresa lança uma solução integrada de destinação ambiental de produtos farmacêuticos dentro da sua sede, em Itapevi (SP).

“Somos a primeira operadora logística a oferecer esta solução de gestão integral da destinação final de produtos farmacêuticos impróprios para comercialização e consumo”, afirma José Roberto Corrales, CEO da Luft Healthcare.

Os serviços oferecidos envolvem o transporte para coleta e destinação final de produtos, armazenagem e gerenciamento dos produtos em análise, preparação dos laudos conclusivos, assessoria fiscal para recuperação de impostos, descaracterização de produtos e proteção da marca, despressurização de aerossóis, gerenciamento de produtos contaminantes, incineração de produtos, tratamento de solo contaminado e reciclagem de resíduos.

Com mais de 20 anos de experiência em gestão ambiental, processos regulatórios e macroprocessos de destruição de bens obsoletos, a First Ambiental tem foco na gestão transparente e 100% rastreável da logística reversa de produtos impróprios ao consumo, agregando princípios e ações que permitam transparência processual, rastreabilidade, compliance e vigilância patrimonial.

Logística reversa de produtos farmacêuticos

O Decreto Presidencial nº 9.177, de 23 de outubro de 2017, estabelece normas para garantir a isonomia na fiscalização e no cumprimento das obrigações relacionadas à logística reversa de embalagens em geral. Ou seja, toda empresa, fabricante, importadora, distribuidora e comerciante de produtos embalados, mesmo não sendo signatária de acordos setoriais ou termos de compromisso, tem que cumprir a meta de reciclar no mínimo 22% das embalagens que coloca no mercado.

O Brasil conta com normas da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Conselho Nacional de Meio Ambiente (Conama) e Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), que definem as boas práticas em gerenciamento de resíduos de medicamentos. Segundo dados do Ministério do Meio Ambiente (MMA), estima-se que o volume de resíduos domiciliares de medicamentos no Brasil, sexto país do mundo em vendas de medicamentos, esteja em torno de 4,1 mil a 13,8 mil toneladas ao ano.

Desde que foi fundada, em 1975, a Luft Logistics especializou-se na implementação de soluções customizadas e exclusivas nos segmentos de saúde, agronegócio, varejo e e-commerce. A companhia, que tem Luciano Luft como um dos sócios, desenvolve soluções inovadoras na área de armazenagem e transporte, agregando valor aos negócios de seus clientes. Ao longo de quatro décadas, a Luft cresceu, especializou-se e investiu expressivamente em todos os quesitos necessários a uma empresa líder na integração da cadeia logística de um país com dimensões continentais como o Brasil. Desde sistemas de qualidade, gerenciamento da informação, integração com o cliente e gestão de riscos, até automação dos processos, rastreabilidade, armazenagem e validação, o Grupo Luft posiciona-se como parceiro por excelência na expansão dos negócios por meio de operações logísticas de alto padrão.

Website: http://www.luft.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *