Vale a pena montar uma escola de idiomas online?

Se você está pensando em montar uma escola de idiomas, pode ser que esteja no momento de fazer o seguinte questionamento: será que vale a pena investir nesse tipo de negócio?

 

Pode ser que você queira abrir uma escola de francês, uma de inglês, ou talvez uma que ensina diferentes idiomas. Não importa! Antes de tomar a sua decisão, é muito importante que compreenda se vale a pena fazer esse investimento. 

 

Para que você realmente possa tomar essa decisão, precisará fazer muitas pesquisas para compreender o mercado, definir o público-alvo e assim por diante. 

 

No entanto, podemos dizer que os cursos online estão cada vez mais em alta. Devido à pandemia de Covid-19, pesquisas identificaram um aumento na procura por cursos online.

 

Portanto, se você deseja abrir uma escola de idiomas online, desde que faça um bom planejamento, essa pode ser uma boa opção de negócio. 

 

Iniciar qualquer tipo de empresa é algo que exige muito cuidado e pode ser muito desafiante, inclusive quando se trata de um negócio online. 

 

Pensando nisso, neste artigo, daremos algumas dicas sobre como iniciar uma escola de idiomas online. Confira! 

 

Dicas para iniciar uma escolha de idiomas online

Agora que você sabe que existe uma demanda de pessoas procurando por cursos online, está na hora de começar a planejar como iniciará o seu negócio. 

 

Aqui estão algumas dicas importantes e que te ajudarão a montar uma escola de idiomas online.

 

1. Escolha uma boa plataforma

Para que você possa oferecer suas aulas, precisará utilizar uma plataforma, uma que ofereça um serviço de qualidade. 

Devido a alta procura por cursos online, hoje em dia existem diversas opções de plataformas para aulas disponíveis no mercado. 

 

Para saber exatamente qual é a melhor, considere suas necessidades. Quais são os desafios que minha escola está enfrentando agora? Qual ferramenta poderia me ajudar a superá-los? 

 

No momento de fazer suas pesquisas, preocupe-se em encontrar uma solução completa totalmente projetada para escolas de idiomas. 

 

2. Crie um site e foque no branding

Você entraria em uma loja de roupas cuja vitrine é feia e bagunçada? Da mesma forma, os alunos não se matricularão online se a página de destino do seu site não representar bem a marca e a oferta da sua escola.

 

Primeiro, certifique-se de que as pessoas o reconheçam – desde o logotipo da sua escola até o domínio do site, tudo deve lembrá-lo. 

 

Em segundo lugar, torne a página de destino clara e fácil, com um call-to-action direto para os alunos em potencial. Seu público precisa ser um pouco encorajado.

 

Como a vitrine de uma loja, mostre os incríveis professores com quem os alunos podem ter aulas, os cursos de idiomas disponíveis, os pacotes de aulas, bem como a descrição de seus programas ou uma seção de perguntas frequentes. 

 

O objetivo é conscientizar os alunos sobre sua oferta e seu valor no menor tempo possível.

 

Complete com uma imagem com um CTA estratégico – reserve uma aula experimental gratuita, encontre um professor, faça um teste de nivelamento, etc. 

 

3. Desenvolva os cursos de idiomas

Para desenvolver um curso online, comece escolhendo o tema e o alvo do seu curso. Em seguida, colete todo o material que tiver ou crie algo novo e muito personalizado, que reflita a pedagogia da sua escola de idiomas. 

 

Parece muito fácil, mas quem se viu pelo menos uma vez na posição de criar um novo curso de idiomas sabe perfeitamente que é exatamente o contrário – pode levar de 4 a 6 horas de trabalho para desenvolver uma lição completa.

 

Para facilitar a criação de cursos de idiomas, voltamos um pouco à dica 1, quando é necessário escolher uma boa plataforma. 

 

Procure por uma opção que ofereça a possibilidade de carregar todo o material do curso de forma prática. Isso te ajudará a economizar muito tempo para disponibilizar o conteúdo. 

 

4. Faça o planejamento das estratégias de vendas e marketing

Agora que você disponibilizou todo o seu conteúdo de curso online, seria uma pena não ter usuários gostando dele.

 

Por isso, é preciso pensar e seguir um plano de marketing que o ajude a aumentar sua presença online.

 

Ter um site e uma landing page é um ótimo ponto de partida, mas não é suficiente. Você pode pensar, por exemplo, em veicular anúncios online pagos – anúncios do Google, anúncios do Facebook, anúncios do Instagram, etc. 

 

Além disso, também pode investir no YouTube e disponibilizar vídeos que chamam a atenção do seu público-alvo. Que tal gravar vídeos ensinando dicas de gramática? 

 

Em relação às vendas, você pode criar pacotes – vender mais cursos ou pacotes de aulas de uma só vez oferecendo um desconto ou dar promoções e códigos de cupom como presentes para clientes fiéis.

 

Muitas são as estratégias que você pode tentar. O que é verdade é que você precisa acompanhar constantemente os resultados de uma estratégia que adotou e depois ajustá-la de acordo. 

 

Conclusão

Devido a pandemia de Covid-19, muitas pessoas passaram a procurar cursos online e isso fez com que as escolas presenciais precisassem se adaptar, enquanto que novos negócios online surgiram. 

 

Dito isso, se você deseja montar uma escola de idiomas online, essa é uma boa ideia. No entanto, tenha em mente que é necessário fazer um bom planejamento do seu negócio para ter uma escola bem-sucedida.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *