Como escolher brinquedos educativos?

Como escolher brinquedos educativos? 4 etapas diferentes!

Como escolher brinquedos educativos? Estamos falando de brinquedos que realmente podem ajudar no desenvolvimento de uma criança, tanto em termos de coordenação motora em geral, quanto no desenvolvimento cognitivo e psicossocial. Escolhê-los, portanto, parece ser uma tarefa difícil.

Apesar de parecer difícil, esse é um processo que pode se tornar mais simples quando segmentamos o desenvolvimento infantil por etapas, como fizemos neste artigo com a parceria do pessoal do portal Pedagogia ao Pé da Letra, especialista no assunto. No conteúdo de hoje, vamos ajudar você a como escolher brinquedos educativos com base na idade de cada criança e necessidades de desenvolvimento de cada um. Leia conosco, vamos lá!

Como escolher brinquedos educativos: etapas de desenvolvimento

Como escolher brinquedos educativos?
Etapas de desenvolvimento. | Fonte: Pixabay.

Como ferramenta de crescimento e treinamento, os jogos educativos podem ter diferentes objetivos, medidos de acordo com a faixa etária das crianças a quem se destina, e terá como objetivo desenvolver determinadas habilidades, sejam elas do tipo motora, como a própria coordenação, ou intelectual, como a memória e a associação de ideias.

Caberá, portanto, a cada pai e mãe escolherem um jogo que não seja fácil ou difícil, mas adequado à idade das crianças a que se destina e calibrar a quantidade de estímulos, regras e métodos educativos em função das suas características e necessidades.

Em geral, podemos dizer que o jogo se desenvolve em etapas ou fases, que acompanham aproximadamente o desenvolvimento da criança: no início o jogo se baseia única e exclusivamente no princípio do prazer e da diversão e depois, em um segundo momento, vem à capacidade de lhe atribuir um significado. Leia:

1. Do nascimento aos 2 anos de idade

Do nascimento aos 2 anos de idade, temos a primeira etapa que corresponde aos jogos de exercícios, visando o desenvolvimento das habilidades sensório motoras e da inteligência.

Nessa idade, as crianças brincam por diversão, repetindo os mesmos movimentos várias vezes, sem se cansar dessa repetitividade. Você pode ir desde a interação com brinquedos simples, como carros, trens e pelúcias, até chutar uma bola, talvez no ambiente protegido de sua casa ou jardim, até os primeiros jogos musicais, que reproduzem os sons dos animais de fazenda.

Já nesta primeira fase, podemos oferecer aos nossos filhos os primeiros jogos educativos, muitas vezes representados por brinquedos interativos ou livros infantis, que os ajudam a reconhecer formas simples, cores, personagens e animais.

2. Dos 2 aos 7 anos de idade

Como escolher brinquedos educativos? Dos 2 aos 7 anos, com o aumento da atividade cerebral, desenvolve-se uma inteligência pré-operatória, de modo que a criança começa a compreender a realidade que a cerca e sente o desejo de representá-la à sua maneira.

Nesta fase experimenta o jogo simbólico com diferentes ferramentas: desde representações feitas com papel, lápis e marcadores, até as primeiras histórias inventadas com seus próprios bonecos e fantoches como protagonistas.

Pode ocorrer também, nesta fase, a primeira montagem de construções de madeira ou plástico como jogos de LEGO, à primeira abordagem com quebra-cabeças de várias peças e jogos de memória, para treinar a memória e o raciocínio lógico.

Nesse momento também são exercitadas suas habilidades criativas, com as primeiras abordagens aos instrumentos musicais, e a imaginação está no ápice, de modo que qualquer objeto pode simbolicamente se transformar em outro e ser usado para tocar.

3. 7 aos 11 anos de idade

Como escolher brinquedos educativos?
7 aos 11 anos | Fonte: Pixabay.

A partir dos 6-7 anos até aos 11-12, a criança é capaz de fazer pequenas discussões e de compreender e aceitar o conceito de regra. Embora inicialmente ele tenderá a contorná-las ou transformá-las em vantagem, com o tempo ele entenderá a natureza e a função estáveis das regras, ganhando também envolvimento no próprio jogo.

Como escolher brinquedos educativos nesta fase tão importante? Especialmente nessa idade, as crianças começam a sentir forte necessidade de eventos sociais e o desejo de interagir com seus amigos.

Um presente que podemos dar a eles é lhes proporcionar tais oportunidades de interação social, oferecendo-lhes um esporte, que inicialmente será vivenciado como um jogo, ou atividade alternativa a ser realizada em companhia.

No Brasil e em muitos outros países, a partir dessa idade, uma escolha adequada para enriquecer a infância e a bagagem pessoal de seu filho e desviá-lo de passar os dias sentado em frente à TV.

4. Dos 12 anos em diante

A partir dos 11 anos, a criança já se tornou quase um adolescente, internalizou e entendeu o significado das regras, é capaz de fazer raciocínios complexos e processar muitas informações e, portanto, pode passar para o jogo de classificação. Talvez seja hora de introduzir jogos de tabuleiro e até jogos eletrônicos que podem ser usados através de computadores. A nossa dica é que visite o site https://www.kerendo.com/, onde poderá encontrar muitas opções de brinquedos e brincadeiras, tanto físicos quanto digitais.

Se não for abusada, a tecnologia pode, de fato, ser um suporte precioso para a criatividade e um suporte útil para a aprendizagem. De fato, ambos os jogos criativos estão disponíveis no mercado online, que podem apresentar nossas crianças ao mundo da música, a arte do desenho e da escrita e o conhecimento de línguas estrangeiras como o inglês, seja jogos didáticos, que pode vir a ser uma nova abordagem ao estudo e às disciplinas escolares.

Essas foram as nossas dicas de como escolher brinquedos educativos com base em etapas de desenvolvimento. Essa é, realmente, a melhor forma de escolher brinquedos e brincadeiras com o objetivo de favorecer o desenvolvimento de cada um. Até a próxima!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *